Uva Gewurztraminer


História

Através de testes de DNA foi comprovado que a Gewurztraminer é uma variante aromática da rara uva Savagnin. A uva tem pele rosada que cresce muito bem em climas mais frios. Acredita-se que sua origem é a Alemanha e que, ao longo de várias centenas de anos, circunscreveu os Alpes, chegando à Itália, Hungria, Romênia, Croácia, França e Eslovênia.


Seu nome vem de Gewurz (tempero) + Tramin (cidade italiana que fica em um vale alpino na fronteira do Alto Adige e Trentino). A pronúncia de seu nome pode ser bem difícil, mesmo para profissionais, mas é felizmente fácil de reconhecer na taça pois é responsável por alguns dos vinhos brancos mais perfumados do mundo. A boa notícia é que, para os íntimos, pode ser chamada de ‘Gewurz’.


Onde encontrar bons Gewurz?

Ao todo, existem pouco mais de 14.000 hectares de Gewürztraminer no mundo (para comparar, a Chardonnay ocupa mais de 200.000 hectares pelo mundo). Se você está buscando um bom vinho de Gewürztraminer, pode começar com uma destas regiões:

  1. Alsácia (França);

  2. Trentino-Alto Adige (Itália);

  3. Monterey, Mendocino, Sonoma, Columbia Gorge (EUA).

A Alsácia é o maior produtor de Gewürztraminer do mundo e a maioria dos vinhos é feita em um rico estilo floral seco. Os Gewürztraminers secos da Alsácia têm aromas explosivos que lembram lichia, melão e rosa. Os melhores rótulos estão na sub-região de Haut-Rhin (alto rio Reno), na parte sul da denominação.



Degustação

A Gewurz é valorizada por seus intensos aromas florais. Os melhores exemplares podem envelhecer por muitos anos, mas, a maioria dos rótulos, devem ser apreciados jovens para preservar a acidez.

Cor: normalmente linda cor amarelo dourada.

Aromas primários: lichia, abacaxi, pêssego, damasco, rosas, tangerina, grapefruit, gengibre, canela

Boca: corpo médio, baixos taninos, baixa acidez



Por que experimentar um Gewürztraminer?

  • Uma das 18 uvas nobres clássicas;

  • Subvalorizado, normalmente rótulos com ótima relação 'preço x prazer';

  • Combinação perfeita com cozinha indiana e oriental;

  • Uva relativamente rara se comparada a Chardonnay e Sauvignon Blanc.


Harmonização

Os doces aromas florais e de especiarias, como o gengibre, combinados com seu corpo mais cheio fazem dos vinhos de Gewürztraminer um grande parceiro para a cozinha árabe, indiana e marroquina.

  • Combinações de carne: Pato, Frango, Porco, Bacon, Camarão e Caranguejo

  • Especiarias e ervas: não tenha medo de caprichar nas ervas e condimentos aromáticos, incluindo diversas pimentas, Gengibre, Cravo, Canela, Cúrcuma, Curry,


Molho de Soja, Gergelim, Amêndoa, Água de Rosa, Folha de Limão, Folha de Louro, Coentro, Cominho.

  • Queijos: experimente com queijos moles, de leite de vaca.

  • Legumes: legumes assados com doçura natural incluindo coco, cebola roxa, pimentão, berinjela, abóbora e cenoura. Um dos pratos mais desafiadores para vinhos, pode ir muito bem com a Gewurz: a Alcachofra!

Créditos: Importadora Decanter (www.decanter.com.br); Wine Folly (www.winefolly.com); www.routedesvins.alsace.

#vinhobranco #gewurztraminer #vinhodaalsacia #vinhoitaliano #vinhoecomida #ovoeuva

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo