Uva Cabernet Franc

História e origem

Vocês sabiam que a Cabernet Franc é a mãe das famosas Merlot e Cabernet Sauvignon? Pois é. Estudos de ampelógrafos (pesquisadores de uvas), com testes de DNA, apontam que sua origem deve estar em algum lugar da região basca da França, no sudoeste do país, fronteira com a Espanha.

A Cabernet Franc é uma uva de fácil adaptação e cresce facilmente de maneira selvagem. Estes fatores contribuem para que a CF esteja entre as 20 uvas mais plantadas do mundo, com pouco mais de 35.000 hectares de vinhedos ao redor do planeta. Nos diferentes terroirs dá origem a vinhos complexos, com corpo médio e boa acidez. Seus aromas lembram framboesas, amoras e pimentão (aroma proveniente das pirazinas – vamos falar um pouco mais delas logo mais).


Países produtores

Em ordem decrescente: França, Itália, EUA, Hungria, Chile, África do Sul, Espanha, Canadá, Argentina. A França é o país que mais leva a sério a Cabernet Franc, com destaque para as regiões do Vale do Loire (onde é conhecida por Breton), Bordeaux (onde é conhecida por Bouchet) e Madiran (onde é conhecida por Bouchy). Na Itália, pode ser encontrada nas regiões frias do nordeste, como Friuli e Vêneto e também na Toscana, onde geralmente aparece em blends. Em algumas sub-regiões da Toscana, como Bolgheri e Maremma, a CF produz alguns bons varietais. Na Europa, ainda podemos encontrar bons vinhos de CF na região de Villány, na Hungria.

Estilo e rótulos: de maneira geral, em regiões mais frias, como Vale do Loire (França) e Ontário (Canadá), seus vinhos apresentam maior acidez, tanto nos aromas quanto na boca. Já nas regiões mais quentes, como Bolgheri (Toscana, Itália), Sierra Foothills (EUA), Vale do Colchagua (Chile) e Mendoza (Argentina), seus aromas são mais doces e lembram morangos maduros e frutas secas. Mas os rótulos mais conhecidos (e caros) estão na “margem direita de Bordeaux” (França), onde são misturados com a Merlot. Nas sub-regiões de Pomerol e Saint-Emilion nascem vinhos fantásticos como o Château Pétrus, o Château Ausone, o Château Angelus e o Château Cheval Blanc.


DEGUSTAÇÃO

Cor: rubi intenso; Aromas típicos: framboesas, morangos, ameixas, pimentão, chocolate, cascalho; Corpo: médio; Tanino: médio +; Acidez: médio; Álcool: médio; Serviço: 15 a 20°C; Envelhecimento médio: 5 a 10 anos



Já ouviu falar de pirazinas? São um grupo de compostos aromáticos produzidos naturalmente pela CF. Eles são responsáveis por alguns dos aromas marcantes dos vinhos elaborados com esta uva (como “pimentão”, grama, flor de sabugueiro, chocolate amargo, ervilha) e, também, ajudam na defesa da videira contra diversas pragas.


HARMONIZAÇÃO

A acidez mais alta da CF permite um amplo leque de harmonizações, até mesmo com pratos à base de tomate e molho vinagrete (no churrasco).

Pratos: almôndegas ao molho de tomate; Porco assado; Frango ao curry; Galinha caipira; Porchetta; massa com molho de cordeiro; Quiche de queijo com espinafre.

Queijos: vai bem com queijos de cabra (acreditem!); Camembert; Fontina.

Ervas: tomilho; alecrim; sálvia; pimenta jalapeño; pimentas diversas.

Diversos: lentilha preta; feijão vermelho; cogumelos; berinjela; alho porró.


Créditos: Wine Folly (foto 'família' e foto das pirazinas); Sensory Business (foto da uva).

Referências: The Oxford Companion to Wine, Jancis Robinson; Guia Essencial do Vinho, Madeline Puckette e Justin Hammack

#cabernetfranc#vinhotinto#vinhofrances #vinhoamericano #vinhoitaliano #vinhochileno #vinhosulafricano #valedoloire#bordeaux #mendoza #valedocolchagua #vinhohungaro #villany #ovoeuva #harmonizacao#vinhoecomida #bebavinho

6 visualizações

Dez Mil Aromas Comércio de Bebidas e Consultoria Ltda (Ovo e Uva)
CNPJ: 37.748.862/0001-07 | Endereço eletrônico: www.ovoeuva.com.br
Endereço para correspondência: Avenida Pedroso de Morais, 613, box 2088, CEP: 05419-000 - Pinheiros, São Paulo, SP

e-mail: contato@ovoeuva.com.br | telefone:11-97473-0191

Tempo estimado de entrega para produtos online: 4 dias úteis